Etiquetas

, ,

Corretor exibindo sua comissãoAtualmente no Brasil o mercado de seguros vem crescendo e as vagas nessa área se multiplicando, apresentando também salários cada vez melhores.

Pesquisas realizadas* mostraram que um profissional sem experiência pode ingressar nesse ramo como analista ou executivo de contas ganhando entre R$ 2 mil e R$ 2,5 mil mensais. Com três anos de experiência, o salário pode chegar a R$ 8 mil. Isso é resultado da alta competitividade no ramo securitário.

O corretor de seguros trabalha com comissão, seja ela 100% da remuneração ou em alguns casos a grande parte da remuneração. É um profissional como de vendas porém é fundamental que tenha sensibilidade e destreza em oferecer informações neutras que sempre favorecam o cliente pois lidará com o patrimônio, a saúde, e com os riscos individuais.

Dicas para ganhar dinheiro

O segredo, segundo alguns profissionais da área, é conquistar uma cartela de clientes, através do atendimento personalizado e diferennciado para garantira sua fidelização, pois são eles que pagarão o salário do corretor todo mês.

O corretor de seguros costuma ser autônomo, sem registro, sem férias, sem décimo terceiro e por isso deve criar um fundo de reserva para possíveis eventualidades. A dica é ter bom relacionamento inter pessoal, amigos e parentes são clientes potenciais e com maior chance de fidelização devido a intimidade e confiança.

Dica de formação

A Escola Superior Nacional de Seguros oferece graduação em administração com linha de formação em seguros e previdência, disponibilizam para o curso 90 vagas por ano. A instituição tem também extensões universitárias e mestrados voltados para o segmento securitário.

Já o Senac tem um curso mais enxuto, de analista de seguros cuja carga horária total é de 32 horas, focado em explicar os tipos de contrato e os perfis dos clientes. A Universidade Nove de Julho, Uninove, oferece graduação de dois anos em gestão de seguros e previdência.

Uma recomendação importante é que o profissional deve ser fluente ao menos em um idioma, de preferência inglês ou espanhol.

* Agradecimento especial as dicas da empresa de recrutamento Robert Half

About these ads